quarta-feira, 23 de julho de 2008

Agenda de reuniões do comitê de campanha

Você está convidado a participar das nossas reuniões e ajudar a construir as nossas propostas para Londrina.

Agenda das nossas reuniões:

Formação política todos os sábados às 15:00 horas.

Todas às segundas e quartas feiras às 18:30 horas - reunião para a discussão e elaboração de propostas.

venha participe!

Apresentação das Candidaturas - PSOL 50

Para defender um programa verdadeiramente socialista e que faça o combate às velhas políticas, às velhas prefeituras oportunistas (ou seja, aquelas prefeituras que não dialogam com os trabalhadores, os servidores municipais, que desviam verbas por trás de grandes obras, moradias populares e mensalões, ou então aquelas que mentem à população dizendo que protegem o meio-ambiente, mas que só promovem sua degradação), apresentaremos a seguir os candidatos do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), os candidatos do povo, que vão governar para o povo e com o povo. Pois, ao invés de desviar verba pública aos endinheirados da sociedade, vão dar o verdadeiro destino a essa verba, ou seja, ao invés de desviar dinheiro público para o próprio bolso, vão destinar a verba à grande parte da população que realmente precisa desse dinheiro, à população de baixa renda, à população pobre, à população carente, que realmente necessita de creches municipais de qualidade, de educação pública de qualidade e postos de saúde que tenham remédios, médicos e atendimento de qualidade.

Estes candidatos nunca vão deixar de dialogar com os trabalhadores, com os servidores municipais – antes de fazer julgamentos prévios de um movimento legítimo de greve, ou de movimentos sociais de cunho popular, pois o PSOL estará sempre no apoio contínuo a movimentos populares e a greves de qualquer categoria de funcionários. Tomando sempre como princípio as bases de um projeto socialista e popularmente referendado.

Estes candidatos também não vão se esquecer dos trabalhadores rurais, dos bóias-frias, do apoio incondicional ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Reforma Agrária; dos sem-teto, aos movimentos de ocupação urbana e despejo zero – para isso propõem a destinação de espaços urbanos vazios para fins de moradia popular e o IPTU progressivo (aqueles que ganham mais pagam mais, e aqueles que ganham menos pagam menos, dessa maneira assegurando a função social da propriedade).

Tais candidatos também não vão se esquecer do estudante e do trabalhador desempregado, lutando pela bandeira do Passe-Livre, ampla e irrestrita para estas duas categorias. Pela Municipalização das empresas de Transporte Público e conseqüente controle pelos trabalhadores e usuários, acabando assim com o monopólio do transporte público em Londrina. Contra o aumento da tarifa e pela redução da tarifa, de acordo com planilha do Ministério Público Estadual.

Os candidatos do PSOL também não vão deixar de lado a causa dos trabalhadores em reciclagem, os catadores de papelão, dos zeladores, das faxineiras, das empregadas domésticas, dos trabalhadores em comércio, dos atendentes de loja, dos operadores de call-center/telemarketing. Pela valorização do trabalhador e não do patrão. Pela destinação de verba pública para os trabalhadores e não para os patrões. Pela redução da jornada de trabalho e pelo aumento real do salário. Contra o Banco de Horas. Contra o Assédio Moral, que exige a Hora Extra. Pelo Fechamento do Comércio aos sábados, domingos e feriados. Pelo Direito dos Trabalhadores. Todo Poder aos Conselhos Populares.

domingo, 20 de julho de 2008

Assentamento São Francisco de Salles

O vídeo foi produzido durante uma visita realizada ao assentamento São Francisco de Salles no domingo dia 20-07-08 e mostra como essas pessoas estão sendo tratadas pelo poder público.

Esse assentamento está localizado na região sul de Londrina próximo ao Jardim União da Vitória.

video

Visita ao assentamento São Francisco de Salles.

Estivemos hoje em visita ao assentamento São Francisco de Salles, próximo ao Jardim União da Vitória na região sul de Londrina, conversando com os moradores. A decisão judicial foi favorável à reintegração de posse que está prevista para acontecer no dia 22-07-08 na terça feira. A terra que antes estava abandonada, entregue à especulação imobiliária agora está cumprindo o seu caráter social. No entanto famílias inteiras estão entregues a própria sorte, sem nenhum apoio dos órgãos públicos, não estão reconhecendo essas pessoas como cidadãos apenas por não possuírem um endereço.
Precisamos abrir os olhos para essa realidade! Isso está acontecendo em Londrina!